coronavírus

7 sintomas do coronavírus que já conhecemos

O coronavírus é uma doença muito séria, que virou uma pandemia e no nosso país tem tomado proporções cada vez maiores. É importante comentar que a Covid-19 afeta diversas pessoas de diferentes formas e existem muitos sintomas do coronavírus que essas pessoas podem apresentar. 

Dentre eles, estão alguns mais comuns, os quais se destacam e auxiliam na hora de identificar a presença da doença e tomar as providências necessárias. Vale ressaltar, também, que grande parte das pessoas infectadas apresenta sintomas de coronavírus de grau leve a moderado e não necessitam internação e/ou suporte de ventilação mecânica. 

Para ficar por dentro dos sintomas do coronavírus e se informar ainda mais sobre a pandemia que vem alterando de forma brusca a nossa rotina, continue a leitura. 

O que é o coronavírus? 

O Sars-CoV-2, que é o vírus que promove a Covid-19, é um vírus da família Coronaviridae, que causam doenças no trato respiratório. O tipo Sars-CoV-2 foi descoberto em 31/12/2019, por isso o nome da doença é Covid-19, também chamada de Coronavírus. 

Sintomas do coronavírus aos quais você deve ficar atento

Existem vários sintomas do coronavírus, mas alguns deles são mais específicos na identificação da doença e por isso é importante estar atento a presença desses sintomas na sua rotina: 

  • Tosse seca;
  • Febre; 
  • Dor de cabeça; 
  • Diarreia; 
  • Fadiga muscular;
  • Arrepios;
  • Dificuldade para respirar ou falta de ar. 

Ao sentir algum desses sintomas, principalmente febre, tosse seca e dificuldade para respirar, é importante entrar em contato com o centro de triagem do coronavírus da sua cidade e buscar ajuda médica. 

Os sintomas do coronavírus costumam a aparecer em média 4 a 5 dias após a infecção. Por isso, fique atento a qualquer sinal deles, principalmente se você reside com pessoas do grupo de risco, que são idosos e pessoas com idade mais avançada com doenças crônicas como, diabetes, afecções cardíacas, pulmonares, imunodeprimidas e obesidade.

Quem apresentar sintomas do coronavírus deve entrar em contato com o centro de triagem e fazer isolamento em casa, de pelo menos 14 dias. Se reside com outras pessoas, todos os familiares também devem fazer o isolamento, e se mais alguém da família testar positivo para o coronavírus, o isolamento deve ser reiniciado. 

É importante destacar que o paciente que testou positivo só deve procurar a emergência para internação caso venha a sentir falta de ar. Do contrário, o isolamento pode ser feito em casa, com as medidas restritivas de proteção

Como é transmitida a Covid-19? 

A transmissão do coronavírus se dá através de gotículas de saliva contaminadas, espirros, tosse, contato físico com objetos e pessoas infectadas. Manter a distância de 1 m é essencial para evitar que a doença se dissemine ainda mais. 

O distanciamento social é uma medida protetiva eficiente para mantermos os hospitais em capacidade de operação para atender as pessoas necessitadas de atendimento emergencial. 

Como se proteger? 

Para se proteger do coronavírus é importante ficar em casa (se possível) e sair somente quando necessário. Caso não seja possível manter-se em isolamento, evite aglomerações, faça o uso da máscara e mantenha 1 m de distância de outras pessoas. 

Lavar bem as mãos com sabonete e utilizar o álcool gel a 70% é essencial para manter a higienização. Evitar tocar o rosto e a máscara também é fundamental para se proteger contra a disseminação do vírus. Cobrir o nariz e a boca com um lenço ou o antebraço ao tossir e espirrar também um uma forma de prevenção. 

Quando for ao supermercado, é importante que se higienize todas as compras, inclusive as sacolas do supermercado ao chegar em casa. Lembrando que deve-se trocar toda a roupa e os sapatos ao adentrar a casa.

Se você apresentar algum dos sintomas do coronavírus não precisa ficar nervoso ou assustado. Segundo a OMS, 80% dos casos podem ser assintomáticos, 20% podem apresentar sintomas e necessitar de isolamento ou atendimento hospitalar leve e somente 5% dos casos se tornarão graves. 


A qualquer sinal de sintomas do coronavírus, entre em contato com o centro de triagem do coronavírus da sua cidade e aguarde o encaminhamento correto do que fazer. Cuide da sua saúde e se puder, fique em casa.

Diretor Técnico: Dr. Luiz Fernando Abrahão
CRMMG: 18674
RQE: 10553

Rolar para cima