exame de colonoscopia

Conheça o passo a passo do exame de colonoscopia

O exame de colonoscopia, assim como a endoscopia digestiva, é uma forma de avaliar o sistema digestivo, porém a porção baixa, que é composta do cólon, que é o intestino grosso e a porção terminal do intestino delgado. 

A colonoscopia serve para prevenir, diagnosticar e tratar diversas patologias do trato gastrointestinal, inclusive o câncer colorretal que tem grande incidência na população do nosso país. 

Para conhecer o passo a passo do exame de colonoscopia e ficar por dentro do procedimento, continue a leitura.

Como é feito o exame de colonoscopia? 

O exame de colonoscopia é feito com um aparelho chamado colonoscópio, que é um tubo flexível de aproximadamente 185 cm de comprimento e com diâmetro que pode variar de 1,0 a 1,3 cm. 

Na ponta do colonoscópio existe uma microcâmera acoplada que transmite, em tempo real, para o médico as imagens do interior do cólon. A ponta do colonoscópio é flexível para que o médico possa rotacionar e verificar todas as partes da mucosa, além de poder coletar biópsias e remover tecidos suspeitos, como pólipos. 

1. Preparação para o exame de colonoscopia

A preparação para o exame de colonoscopia é a parte menos confortável do exame, entretanto a mais importante. O paciente precisa fazer um jejum bem específico e ingerir alguns medicamentos para uma lavagem intestinal para que o exame possa ser realizado sem intercorrências. 

A clínica escolhida passa as instruções para a realização do exame, as quais podem ter algumas variações, mas o objetivo principal é o mesmo: garantir condições excelentes de preparo para a realização do exame. 

Se você faz uso de medicações, é importante comunicar o seu médico para saber se é necessário parar ou diminuir a dose de alguma medicação antes da realização do exame de colonoscopia

2. Sedação e analgesia

O médico anestesiologista é responsável pela sedação e analgesia do paciente para a realização do exame de colonoscopia. O objetivo da sedação é justamente fazer com que o paciente não sinta nenhum tipo de desconforto ou dor durante o procedimento. 

A sedação pode ser leve, moderada ou mais profunda. O protocolo anestésico é decidido pelo médico anestesista de acordo com o histórico clínico do paciente, grau de ansiedade, entre outros. É fundamental que médico e paciente conversem antes do exame para esclarecer dúvidas.

3. Como é feito o exame de colonoscopia? 

O exame de colonoscopia tem início logo após a sedação ter efeito, com a introdução do colonoscópio pelos ânus até o ceco e, por vezes, até o íleo terminal. A avaliação da mucosa do intestino é realizada no processo de retirada do aparelho.

Enquanto o médico visualiza o cólon com o colonoscópio, é introduzido gás carbônico ou ar para expandir as alças intestinais, o que pode causar um pouco de desconforto após exame por conta de cólicas ou flatos. Esses sintomas podem ser aliviados com caminhadas ou massagem abdominal. 

Como comentado acima, o colonoscópio possui uma microcâmera na sua extremidade flexível que transmite as imagens em tempo real para o visor do médico, o que pode avaliar minuciosamente a mucosa e as estruturas. 

Os sinais vitais do paciente são monitorados o tempo inteiro pelo médico anestesista e pelos enfermeiros para manter a segurança do paciente no pré, trans e pós exame de colonoscopia

É importante ressaltar que, por meio do exame de colonoscopia, é possível diagnosticar e fazer tratamentos de doenças do trato intestinal, assim como a remoção de pólipos e coletas de tecido para biópsias, caso necessário. 

4. Recuperação

O processo de recuperação do exame de colonoscopia requer repouso durante o restante do dia após o procedimento. Não é aconselhável a tomada de decisões sérias, ingerir bebidas alcoólicas, dirigir ou operar máquinas pesadas. 

É fundamental que o paciente venha acompanhado para fazer o exame e a recuperação completa da sedação se dá no dia seguinte, por isso é solicitado repouso após exame de colonoscopia

Vale ressaltar que o procedimento é seguro e deve ser realizado em clínicas de referência.

Diretor Técnico: Dr. Luiz Fernando Abrahão | CRMMG: 18674 |RQE: 10553

Rolar para cima